Proposta da Residência em Software em Curso um de Pós-Graduação

A proposta de residência em software (SAMPAIO 2005 e FABRI 2008) da pós-graduação em Desenvolvimento e Gestão de Projetos em Fábrica de Software possui o seguinte formato:

1 – Cada aluno será orientado por um dos professores que constam como responsáveis por alguma disciplina no curso.

2 – O aluno deverá participar ativamente de um projeto de desenvolvimento de software, em uma fábrica de software modelo (esta fábrica se encontra em funcionamento na Faculdade de Tecnologia de Ourinhos); ou em uma das empresas selecionadas pela Faculdade de Tecnologia de Ourinhos. A carga horária mínima relacionada à participação no desenvolvimento desse projeto é de 40 (quarenta) horas.

3 – Durante o desenvolvimento do projeto, o aluno, com a orientação de algum professor, deve colher dados para a elaboração de um trabalho de conclusão curso (no formato de um artigo técnico). É importante salientar que o trabalho deve focar algum tema relacionado a produtividade de software.

4 – Após a coleta, o aluno deverá redigir um artigo técnico e científico e publicá-lo junto a uma revista ou congresso da área de engenharia de software. É importante salientar que somente os alunos que obtiverem a referida publicação receberão o título de especialista.

A seleção de empresas “residenciáveis” é feita pelo departamento de pós-graduação da instituição. Para realizar essa seleção o referido departamento leva em consideração alguns critérios qualitativos ligados a organização do processo produtivo, isto é, a empresa selecionada deve possuir um mínimo de organização em seu processo de produção de software. Empresas com processos totalmente caóticos são descartadas. A avaliação qualitativa é feita in-loco pelos professores, da área de engenharia de software. Empresas que possuem certificações CMMI-2 (ou superior) e MPS-BR nível G (ou superior) não são visitadas. É importante salientar que a grande maioria das empresas que compõe a base de empresas cadastradas é indicada pelos alunos do curso. Esta indicação facilita muito o acesso dos professores avaliadores às empresas.

O processo de avaliação das empresas “residenciáveis” é feito em 3 etapas:  Etapa 1 – analise do ambiente: Nela os professores analisam a infra-estrutura utilizada pela empresa na produção de software. Etapa 2 – definição e institucionalização do processo: Nesta etapa os professores verificam se o processo de produção de software foi materializado e institucionalizado pela empresa.  Etapa 3 – satisfação dos clientes: Verificar se os clientes, que adquirem os softwares das empresas avaliadas, estão satisfeitos em relação à qualidade, custo e prazo de entrega.

 Em todos os casos, a avaliação efetuada pelos professores é caracterizada como formativa. A empresa avaliada recebe um relatório apontando as suas potencialidades e as fragilidades. Esse relatório irá nortear o trabalho do aluno durante o processo de residência, nota-se que vários dos residentes têm a incumbência de sanar alguma das fragilidades apontadas no referido relatório.

O laboratório de residência de software da FATEC é utilizado pelos alunos que não estão inseridos no mercado de trabalho. Durante o processo de residência, o aluno será monitorado por professores e participará ativamente na construção de software. Salienta-se que o referido laboratório possui um processo definido e institucionalizado.

Por fim, gostaria de salientar que neste link é possível encontrar informações que direcionam o desenvolvimento do projeto pedagógico do curso de pós-graduação em Desenvolvimento e Gestão de Projetos em Fábrica de Software.

Abraços

José Augusto Fabri

Referências

SAMPAIO, A. et. al. Software Test Program. A Software Residency Experience. Proceedings of 27th International Conference on Software Engineering (Educational Track). St. Louis, USA. 2005

FABRI, J. A.; et. al. Residência em Fábrica de Software: Um Caso Real e uma Proposta Genérica para a Normatização de Novos Programas In: VII Jornadas Iberoamericanas de Ingeniería del Software e Ingeniería del Conocimiento. Guayaquil – ECUADOR, fevereiro 2008.

Projeto pedagógico  do curso de pós-graduação da Faculdade de Tecnologia de Ourinhos.

One Response to “Proposta da Residência em Software em Curso um de Pós-Graduação”

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: