Nome novo para a velha teoria – parte 1

frameNa semana passada lá estava eu apresentando a idéia de mapas mentais para uma turma de último ano. Durante a aula um aluno me questionou:

Poxa professor… tu falas de uma teoria proposta em 1942, não existe nada mais atual para apresentar na aula?”

Por favor, me dê um exemplo!

“Posso enumerar vários artefatos que são mais novos que os mapas mentais, programação orientação a objetos (POO) e diagrama de classes são bons exemplos.”

Muito bem, quando surgiu tal forma de programar e tal diagrama?

Final da década de 1990, correto?

Não.

A programação orientada a objetos surgiu na década 1970 com a linguagem SIMULA, esta, por sua vez, era parte integrante da linguagem Smalltalk, desenvolvida pela Xerox PARC. Os conceitos sobre POO levaram mais de 10 anos para amadurecerem, por isso muitos dizem que a programação orientada a objetos é algo relativamente novo.

Já, segundo a minha singular visão, o diagrama de classes é uma adaptação do conceito de Frame popularizado por Marvin Minsky em 1975. Marvin propôs a aplicação do referido conceito na representação de conhecimento (veja a figura no início do post).

Na figura é possível encontrar dois frames, cada um representa um objeto do mundo real, algo bem parecido com o que conhecemos hoje como diagrama de classes.

Concluindo.

Ao trabalhar com POO e diagrama de classes lembre-se, estamos utilizando conceitos da década de 1970.

Deixo uma pequena provocação para os interlocutores deste blog:

É possível relacionar o conceito de mapa mental com frame? Será que a origem das classes não contempla as prerrogativas delineadas por Tony Buzan 1942?

Enfim, tudo nome novo para a velha teoria.

Abraços

J. A. Fabri

fabri@femanet.com.br

4 Responses to “Nome novo para a velha teoria – parte 1”

  1. João Ribeiro Says:

    Uma ótima provocação. Mapas mentais podem ser utilizados de várias formas. É uma ótima técnica que apesar de ser “antiga” só tive conhecimento da mesma em um trabalho de titulação que apresentei. Não vejo limitações na utilização desta técnica, basta seguir suas regras básicas e sua criatividade.

  2. É, Guto, foi muito bom você ter apresentado este texto aos seus alunos. Nós, professores, temos de resgatar tais conhecimentos justamente para mostrar aos alunos a importãncia de se ter uma bagagem teórico-científica para entendermos os fatos mais novos. Parabéns!
    Diva Lea Batista da Silva

  3. Guto, só fui ter contato com mapas mentais no curso de pós graduação da Fatec Ourinhos, com o prof. Luiz Carlos Begosso.

    Utilizamos a ferramenta gratuita FreeMind e estamos aplicando na empresa em que trabalho, sendo que dos 12 integrantes da equipe de TI nenhum tinha conhecimento dessa poderosa ferramenta de organização, nesso ponto já temos uma idéia de que sua divulgação ainda é mínima nos cursos de graduação.

    Sendo assim, acredito ser extremamente válido a abordagem de mapas mentais nas graduações, independente da sua atualidade ou não, pois conforme comentário do João Ribeiro, a sua utilização não tem limitações… só utilizando para ter noção dos resultados excelentes que um mapa mental é capaz…

    • João Ribeiro Says:

      Mapas mentais é realmente uma técnica fabulosa, em minha monografia que teve para minha felicidade e sucesso do trabalho a orientação do Mestre Guto. Em meu trabalho relatei uma experiência com mapas mentais. Na empresa em que trabalho estamos na ultima fase da implantação dos 5S e apliquei por curiosidade mapas mentais no grupo em que lidero. Aconteceu realmente o que seu criador Tony Buzan relata em seus livros. Neste post me dispertou a curiosidade, após 6 meses, em reapresentar o mapa mental para o grupo. Foi uma grande surpresa, todos se lembravam do assunto, até mesmo os detalhes.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: