Gerando estimativas no ambiente de desenvolvimento de software

No segundo semestre de 2009 foi convidado a falar sobre estimativas em uma empresa da grande São Paulo. Ao chegar na empresa, fiz a seguinte questão à equipe de desenvolvimento:

– Qual a capacidade de produção de cada um de vocês?

– Resposta (já esperada), não sabemos.

Para gerar as estimativas no referido ambiente tracei a seguinte estratégia:

1) Fixei em uma parede uma folha de papel pardo, dessas que você compra nas livrarias.

2) Com um marcador de quadro branco desenhei uma grande tabela.

3) Na primeira linha da tabela grafei o nome do time dos programadores, veja o exemplo.

4) Distribui para cada programador algumas etiquetas, nela o programador tinha como incumbência grafar o seu nome, o projeto no qual estava participando, a funcionalidade que estava desenvolvendo (esta ligada ao projeto), a data e hora do início e do término do desenvolvimento.

5) Ao codificar a funcionalidade, cada programador colava as etiquetas na coluna de seu time.

6) O time que obtivesse o maior número de etiquetas em um determinado período (pré-estipulado), vence o campeonato.

7) Selecionei um estagiário para planilhar (no final do dia) as informações geradas.

8) Para assegurar certa qualidade no ambiente de produção estipulei a seguinte regra: Se uma funcionalidade de um programador qualquer não passasse no teste, o time daquele programador seria penalizado em dois pontos (ou seja duas etiquetas não seria contadas).

Conclusão:

Os programadores passaram a realizar os apontamentos sobre produtividade, houve um aumento na qualidade do código desenvolvido, pois os programadores não queriam penalizar os seus times e, por fim, o gerente de projeto conseguiu capturar estimativas reais sobre a produtividade de código.

Bastava agora mapear a complexidade das funcionalidades do projeto (com certeza isso irá gerar um outro post).

Abraços

J. A. Fabri

fabri@femanet.com.br

One Response to “Gerando estimativas no ambiente de desenvolvimento de software”

  1. […] Existem diversas formas de capturar, algumas dessas informações, eu, particularmente, utilizo esta. […]

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: