Os modelos evolutivos de processo de software – Espiral

EspiralO modelo espiral, proposto por Boehm em 1986, instancia a natureza iterativa proposta na prototipação com os aspectos sistemáticos apresentados no modelo cascata.

O modelo propõe que o processo de software seja divido em atividades de trabalho ou regiões de tarefas. Existem, basicamente, de 3 a 6 atividades de trabalhos propostas, entre elas é possível destacar:

  • Determinar os objetivos, as alternativas e restrições que o software deve atender.
  • Avaliar a pertinência das alternativas frente ao projeto.
  • Identificar riscos e propor um plano de contingência.
  • Desenvolver e testar o produto.
  • Planejar a próxima iteração.

Desenvolver um protótipo operacional, detalhar o projeto do produto, codificar, teste unitário, de integração e de aceitação caracterizam algumas tarefas ligadas as atividades listadas.

José Augusto Fabri – fabri@utfpr.edu.br

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: