Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas ou Bacharelado em Engenharia de Software?

Vários alunos me questionam, sistematicamente, sobre as diferenças entre o Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas e o Bacharelado em Engenharia de Software.

Neste post tento enumerar rapidamente algumas.

1 – Curso de Bacharelado e Curso Superior de Tecnologia

O bacharelado, segundo o MEC (Ministério da Educação), é o curso superior que “confere ao diplomado competências em determinado campo do saber para o exercício de atividade acadêmica ou profissional”. Perceba que grifei o termo campo do saber. Esse grifo é proposital e indica que este tipo de curso irá possuir uma carga horária maior, pois o aluno irá mergulhar em todos os conteúdos de um determinado campo do conhecimento.

Os cursos superiores de tecnologia, em sua maioria, possuem 2000 horas. Além do tempo reduzido, eles têm um objeto de estudo bastante específico. Por exemplo: não há um curso tecnológico de jornalismo (campo do saber), mas é possível encontrar um de fotografia (objeto de estudo). Como a carga de conteúdo, neste tipo de curso, é menor e mais centralizada, os estudos são mais focados.

2 – Engenharia de Software ou Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Engenharia de Software como campo de saber

Segundo Friedrich Ludwig Bauer “Engenharia de Software é a criação e a utilização de sólidos princípios de engenharia a fim de obter software de maneira econômica, que seja confiável e que trabalhe em máquinas reais”.

A Engenharia de Software se concentra nos aspectos processuais (levantamento de requisitos, análise e projeto de sistemas, codificação, teste, implantação, manutenção, gestão de projetos, gestão de configuração e gestão da qualidade).

O termo Engenharia de Software foi criado na década de 1960 e utilizado oficialmente em 1968 na NATO Science Committee. Numa tentativa de contornar a crise do software e dar um tratamento de engenharia (mais sistemático e controlado) ao desenvolvimento de sistemas de software complexos.

Análise e Desenvolvimento de Sistemas como objeto de estudo

Perceba que o curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas se caracteriza como um objeto de estudo da Engenharia de Software. Neste tipo de curso teremos um aprofundamento nas atividades processuais de Modelagem de Negócio, Análise de Sistemas e Programação. As demais atividades do processo de software são encapsuladas em um grupo menor de disciplina.

3 – A diferença das matrizes curriculares e do tempo de integralização (cursos UTFPR – Campus Cornélio Procópio)

Ao analisar as matrizes curriculares dos cursos de Engenharia de Software e Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas é possível perceber:

  • As disciplinas ligadas algoritmos e programação de computadores são equivalentes em ambas às grades;
  • quando comparado ao curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas, o curso de Engenharia de Software possui um número maior de disciplinas ligadas à ideia de processo de produção  – veja os quadros grafados em azul nas grades. Dada esta diferença no número disciplina, o curso de Engenharia de Software possui uma carga horária 3250 horas, enquanto que o curso Tecnologia em Análise de Sistemas possui 2582.

4 – Qual curso é melhor?

Os dois cursos possuem um alto grau de excelência, a diferença está no tempo de formação. Para escolher você deve responder as seguintes questões:

Eu quero me aprofundar no campo do saber (engenharia de software) e ficar mais tempo na universidade?

Eu quero me aprofundar no objeto de estudo (análise e desenvolvimento de sistemas) e ficar menos tempo na universidade?

A opção pelo curso de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas não inviabiliza que você possa complementar sua formação em outro momento. Para isto você pode cursar as demais disciplinas da Engenharia de Software.

José Augusto Fabri – UTFPR

2 Responses to “Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas ou Bacharelado em Engenharia de Software?”

  1. Muito obrigado por este post, irei ingressar justamente na UTFPR do Campus de Cornélio Procópio, e isso me passou mais segurança na hora de decidir. A única duvida que me resta é o mercado de trabalho na região, a demanda é grande? Não irei sofrer como vi muitas pessoas sofrerem de fazer o curso pretendido e depois de anos na faculdade não encontrar um emprego? Muito Obrigado..

    • José Augusto Fabri Says:

      Lucas. Estou a disposição para sanar qualquer dúvida sua. Assim que ingressar no curso terei a oportunidade de conhecê-lo pessoalmente.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: